Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 06 de maio de 2019

Sul-Brasileiro: Paulistas ficam com cinco dos seis lugares nos pódios, em Porto Alegre

Meilin vence no feminino e entra para o ranking mundial. Choi foi vice no masculino, vencido por Kenji

 

por | Ricardo Fonseca

Meilin e Kenji 650A delegação da Federação Paulista de Golfe (FPG) conquistou cinco dois seis lugares no pódio do 69º Campeonato Sul-Brasileiro de Golfe, encerrado neste domingo, no Porto Alegre Country Club, na capital gaúcha. Meilin Hoshino (ao lado, com Kenji), do São Paulo GC, foi o destaque paulista ao vencer a competição feminina e entrar para o ranking mundial amador de golfe (WAGR), que agora passa a ter sete brasileiras, sendo quatro de São Paulo. No masculino, o título, de virada, ficou para o carioca Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá.

Meilin foi campeã com 227 (74-75-78) tacadas, 14 acima do par, e apesar de ter subido quatro tacadas nos três buracos finais, foi o suficiente para garantir o índice técnico mínimo exigido para a competição valer para o WAGR. Este foi o primeiro evento adulto feminino de golfe do Brasil a cumprir essa exigência em mais de oito meses. O último a valer para o WAGR havia sido o Aberto Federação Paranaense e Catarinense de Golfe, em agosto de 2018, reduzido para dois dias por causa do mau tempo. Para valer para o WAGR a campeã tem que jogar no máximo 18 acima em três dias, média de seis acima por dia.

O pódio feminino foi só de paulistas com Fernanda Lacaz, do São Fernando, sendo a vice-campeã com 237 (79-76-82) tacadas, e com Ana Sung Marques, do Arujá ficando em terceiro, com 238 (84-73-81), depois de ter feito a melhor volta de todo o torneiro feminino, no sábado. Como as duas já estavam no ranking mundial, também pontuaram. Karen Hoshino, irmã mais velha de Meilin, ficou em quarto, com 239 (75-84-80) tacadas, seguida por Laura Caetano, do Clube de Golfe de Brasília, a número 1 do Brasil, com 250 (84-78-88), e por sua gêmea idêntica, Luíza Caetano, com 262 (89-88-85).

Masculino - No masculino, Kenji, que fora um dos líderes do primeiro dia, abriu o domingo com um eagle-2 e fez mais dois birdies na segunda metade do campo para ser o único a não jogar acima do par em nenhum dia e vencer de virada com 204 (67-70-67) tacadas, seis abaixo no total, o que vai lhe render pontos extras no WAGR. Thomas Choi (ao lado), do São Paulo, que fez a melhor volta de todo o torneio no segundo dia, quando embocou seis birdies, numa volta sem bogey, foi o vice-campeão, com 207 (69-64-74) tacadas, três abaixo no total. Matheus Park, do Paradise, completou o pódio masculino com 211 (69-72-70) tacadas, uma acima.

Guilherme Grinberg, do São Paulo, ficou em quarto lugar, com 214 (68-73-73) tacadas, empatado com o juvenil argentino Manuel Lozada, que depois de ser líder nos dois primeiros dias, colapsou na volta final onde fez três duplos bogeys e sete bogeys para também terminar com 214 (67-65-82). Leonardo Conrado, ex-campeão do torneio, foi o melhor jogador do Porto Alegre CC ao terminar em sexto, com 216 (73-72-71), empatado com Mateo Puccini (71-67-78). Lucas Park, do Paradise, ficou em oitavo, com 217 (77-69-71), seguido por Andrey Xavier, do Belém Novo, número 1 do Brasil, nono colocado com 218 (75-73-70). Mauro Batista, diretor executivo da FPG, acompanhou a delegação de jogadores da entidade.

Resultados completos