Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
quarta-feira 15 de maio de 2019

Honda Open – Aberto do PL começa nesta 6ª feira e oferece carro e moto para hole-in-one

Torneio do ranking mundial reúne cinco dos seis melhores amadores do Brasil

 

civic-touring hondaO Honda Open – 44º Aberto do PL Golf Clube começa nesta sexta-feira, 17 de maio, com os jogadores scratch disputando a primeira das três rodadas do evento válido para o ranking mundial amador de golfe (WAGR), ranking brasileiro e para os rankings scratch e com handicap índex da Federação Paulista de Golfe (FPG). A Honda, patrocinadora do torneio, está oferecendo dois incríveis prêmios para hole-in-one: um carro Civic Touring (ao lado)e uma moto SH 300i.

Horário de saída da 6ª-feira, 17 de maio

Como haverá jogo nos três percursos de nove buracos do PL, cada prêmio será oferecido em três buracos de par 3, um em cada campo: Glory, Lily e Pansy. O Civic Touring estará nos buracos 4 do Glory, 4 do Lily e 3 do Pansy. Já a moto SH 300i será o prêmio nos buracos 2 do Glory, 8 de Lily e do 8 Pansy. Além desses prêmios, as demais empresas parceiras do torneio oferecerão brindes a ser sorteados no tradicional jantar japonês de entrega de prêmios, no domingo.

Felizardos - Apesar de as chances de um amador fazer um hole-in-one serem calculadas em 12,5 mil para uma, embocar de primeira em competições de golfe no Brasil é bem mais comum do que possa parecer, sobretudo quando há veículos Honda em jogo. Em novembro de 2017, Yoshiyuki Uesugi, de 78 anos, do Amazon CC, entrou para a história do Honda Open – Campeonato Nikkey do Brasil, ao fazer o primeiro hole-in-one em 47 anos de história do torneio, no buraco 2 do Arujá e ganhar um Honda HR-V. Antes, em abril, no Aberto do Clube de Golfe de Campinas, Jae Yeong Kim embocou de primeira no buraco 17 e ganhou uma moto Honda CRF 1000 – África Twin.

Os jogadores de handicap até 8,5, que disputam os prêmios scratch, jogam nos campo Glory e Lily. Já os de handicap de 8,6 em diante, que jogam apenas 36 buracos no final de semana, irão competir em combinações dos três campos, conforme as demais faixas de handicap: de 8,6 a 14; de 14,1 a 19,4, e de 19,5 a 25,7. O clube vai oferecer café da manhã diariamente aos participantes, da 6h30 às 10 horas, além do tradicional jantar de encerramento, no domingo. Não participantes do torneio pagam R$ 100 pela parte social, com confirmação até o dia 16 de maio pelo e-mail: julia@plgc.com.br.

Favoritos – Com o Honda Open – Aberto do PL passando a valer para o ranking mundial, é grande a lista de favoritos entre os 39 jogadores scratch, já que 16 deles tem índex inferior a 4 e cinco deles handicaps positivos, isto é, na competição por handicaps ao invés de ganhar tacadas, dão tacadas para o campo (seu net fica maior, e não menor).

Os destaques são cinco dos seis mais bem colocados do ranking brasileiro, a começar pelo carioca Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, número 2 do Brasil. Os outros quatro, todos paulistas, são, pela ordem do ranking nacional, os irmãos Matheus Park (3º) e Lucas Park (4º), ambos do Paradise; Pedro Nagayama (5º), do São Fernando; e Thomas Choi (6º), do São Paulo GC. Destaque ainda para Guilherme Grinberg, também do São Paulo GC, oitavo do ranking.

Mais destaques - Entre os de handicaps mais baixos em campo estão ainda, Jair Benke Junior, do Pine Hill (PR); Marcos Negrini e Matheus de Paula, do Damha; Pietro Alvim e Rafael Benadiba, do São Fernando; Pedro Marchioni, do São Paulo; Antônio Pedro Almeida e Silva, do Gávea; Joakim Thrane e Mateo Schmitt, do Clube de Campo; Fernando Vieira dos Santos, do Ibiúna; Masato Hiramatsu, destaque do PL; e Marcos Park, o mais novo dos três irmãos do Paradise.

Francisco Ishihara, do PL, campeão de 2010, será o único amador vencedor do torneio nos últimos nove anos em campo. Mas com seu índex hoje sendo 6,9, ele é um dos favoritos ao título com handicap. Jinbo Há, tricampeão do torneio, que estava para virar profissional e ainda não competiu em 2019, não irá tentar seu quarto título consecutivo.