Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 17 de junho de 2019

Aberto do Poços de Caldas: Marcos Negrini, do Damha, conquista primeiro título em Minas

Em duelo local, Isadora Fernal supera Maria Rita de Melo no primeiro buraco do desempate

 

 

Isadora Fernal e Marcos Negrini campeoes em Pocos de Caldas

Isadora Fernal e Marcos Negrini ,campeões em Poços de Caldas

O Torneio Aberto do Poços de Caldas Golfe Clube 2019 – Copa Carlos Parisi consagrou dois novos campeões do principal evento do clube de Minas Gerais, filiado à Federação Paulista de Golfe (FPG), neste domingo, 16 de junho. No masculino, Marco Negrini, do Damha, superou Fernando Augusto Silva, do Careca, e Matheus Oliveira, também do Damha, para vencer o torneio pela primeira vez, enquanto a juvenil Isadora Fernal, revelada no Golfe Nota 10, também conquistava seu primeiro título, no feminino, num desempate contra Maria Rita de Melo.

Negrini começou a volta final empatado em primeiro com Fernando e Matheus, mas jogou melhor nos buracos finais para vencer por quatro de vantagem, com 150 (74-76) tacadas. Fernando ainda terminou a primeira metade empatado em primeiro, mas perdeu terreno nos nove buracos finais para ser vice-campeão com 154 (74-80) tacadas. Matheus terminou em terceiro, com 160 (74-86). Lyn Ahn, do Guarapiranga, com 169 (83-86), e Luiz Miyagi, do Arujá, que fez um hole-in-one na rodada de abertura sábado, com 170 (78-92), completaram os Top 5.

Handicaps – Na classificação por handicaps índex até 8,5, a taça de campeão ficou para Lyn Ahn, com 153 (75-78), seguido por Matheus Oliveira, com 154 (71-83) e por Miyagi, com 156 (71-85). Na 8,6 a 14, pódio só da casa, com Antônio Cezar Zauli campeão com 139 (66-73), seguido por Juliano Marcos Fornari, com 140 (67=73) e por João Bosco D’Ambrósio, com 142 (64-78).

Na 14,1 a 19,4, Marcelo Fonseca, de São José, venceu com 143 (74-69), seguido por Mauricio Cotrim, do Ibiúna, com 145 (66-79) e por Danilo Cantarin, de Poços, com 146 (67-79). E na 19,5 a 25,7, Eduardo Maran, de Poços, foi campeão com 143 (69-74), seguido por Joao Paulo Barbosa, do Vila da Mata, com 146 (76-70), que ficou em segundo ao superar Antônio Carlos Padula, presidente da FPG, do Itapeva, que também somou 146 (71-75), mas terminou em terceiro por ter jogado pior na volta final.

Feminino – Entre as mulheres, a juvenil Isadora Fernal (99-81), virou o jogo na rodada final para ser campeã no desempate contra Maria Rita de Melo (86-94), depois que ambas empataram com 180 tacadas. O playoff foi no buraco 4, onde Isadora fez o par contra bogey de Maria Rita. Helena Miyaguti, do São Fernando, ficou em terceiro, com 182 (88-94), seguida por Marise Sawada, do Arujá, com 189 (92-97).

Entre as de handicap até 16, Helena Miyaguti venceu com 156 (75-81), com Marise Sawada vice, com 165 (80-85). Na 16,1 a 25,7, dobradinha de Poços, com Rubia Maran campeã com 143 (73-70), e Rosangela Maria da Silva vice, com 168 (82-86). Houve ainda uma categoria mista para handicaps de 25,8 em diante, na modalidade stableford, vencida por Guilherme Macário, do Santos São Vicente, com 75 pontos, com Elisângela do Carmo, de Poços, vice com 67.

Prêmios Especiais – Além do festejado hole-in-one de Luiz Miyagi, houve prêmios para as bolas mais perto da bandeira no buraco 12 – Nearest to the Pin – ganhos por Airton Minari, do Paradise, e Rosângela Silva, de Poços. E um prêmio especial para o campeão dos superseniores, que ficou para Gérsio Zincone, de Poços, com 160 (79-81) tacadas.

Mauro Batista, diretor executivo da Federação Paulista de Golfe comandou a entrega de prêmios que teve a mesa formada por Antônio Carlos Padula, presidente da FPG; José Solon de Oliveira, presidente do Poços de Caldas Golfe Clube; Eduardo Maran e Maria Rita Moretti capitães do clube anfitrião; e Cyro Marinoni e Cristiano Marinoni representante do Empreendimento Serras Altas.

Homenagem - A Copa Carlos Parisi foi instituída este ano em homenagem ao presidente do clube por mais de 20 anos, em diferentes mandatos, que faleceu dia 7 de maio, aos 82 anos. Carlos Parisi tornou-se a pessoa mais influente do golfe da região com suas ideias pioneiras, como a de filiar o Poços de Caldas, então o único campo de Minas, à FPG, o que rendeu um grande impulso ao clube, que passou a contar com a grande estrutura de organização e divulgação da maior federação do golfe brasileiro.

Parisi comandou o Poços de Caldas GC nos anos de transição entre o primeiro campo, de seis buracos, e seu sucessor, de nove, ao lado do aeroporto, quando cumpriu três mandatos consecutivos, de 1982 a 1988. Parisi voltaria a ser presidente do clube de 1989 a 1992; de 2000 a 2002; e de 2008 a 2015, cumprindo ao todo nove períodos como presidente do clube que, desde 2014 tem novo campo, no Serras Altas Golf Estate, mas ainda com o nome de Poços de Caldas GC.

Patrocínio – O Torneio Aberto do Poços de Caldas Golfe Clube 2019 – Copa Carlos Parisi, teve patrocínio de BRZ Empreendimentos, Zurick Seguros, Serras Altas Golf State e Residencial Serras Altas. Os apoiadores foram O Boticário, Batuira Corretora, Panafer, Mak Radio, Fotop, Star OOutdorr, Cristais C’adoro, Tonelli Pneus, Hotel Nascente da Serra, APC Turismo, Luiz Moretti, Rosangela Maria da Silva, Viva Eventos, Lago Azul Golfe Clube, Atacama Golf e Horácio Cisternas. A organização foi da FPG e do Poços de Caldas GC.

Resultados completos