Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
sexta-feira 28 de junho de 2019

Honda Open – Campeonato Bandeirantes: Irmãos Grinberg lideram no Clube de Campo

Gui tem uma de vantagem sobre Kenji. Lauren está empatada com Vivi Golombek

 

Gui e Lauren 650

Gui e Lauren Grinberg lideram no CCSP: Fotos: Thais Pastor/F2 Comunicação

Os irmãos Guilherme e Lauren Grinberg lideram o Honda Open – Campeonato Bandeirantes de Golfe 2019, que começou a ser jogado nesta sexta-feira, 28 de junho, no Clube de Campo de São Paulo, na zona sul da capital paulista, ao lado da Represa de Guarapiranga. Gui se isolou em primeiro, enquanto Lauren divide a ponta com Vivi Golombek, uma das surpresas do dia. A competição vale para o ranking mundial amador de golfe (WAGR), para o ranking nacional e para os rankings da Federação Paulista de Golfe.

Gui, juvenil do São Paulo GC, terceiro melhor brasileiro do WAGR, fez dois birdies nos três primeiros buracos, jogou três abaixo de ida e chegou a quatro abaixo com um birdie no buraco 13, de par 5, antes de fazer seu único bogey do dia no 14 e jogar 68 tacadas no campo de par 71 (34-37), tendo liderado praticamente desde que entrou em campo. Ele tem uma de vantagem sobre Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, número 2 do Brasil, que começou o dia com dois birdies seguidos, devolveu duas tacadas e voltou a buscá-las para jogar 69, duas abaixo, depois de terminar com par nos oito buracos finais.

Surpresa - Uma das boas surpresas do dia foi Pietro Alvim, do São Fernando, que chegou a três abaixo com birdies seguidos no 14 e o 15, antes de fazer um duplo bogey no 16, um par 4 em desnível e curva para a direita que é um dos mais traiçoeiros do campo. Pietro, que só teve essa nódoa no cartão, jogou 70, uma abaixo, para empatar em terceiro lugar com Marcos Negrini, do Damha, tricampeão do torneio (2013 a 2015), que dividiu a liderança nos primeiros nove buracos, antes de estragar a volta com um duplo bogey no 10.

internas band 1Veja fotos do primeiro dia

O melhor dos oito convidados da América do Sul em campo foi o argentino Angel Sequeira, que fez dois bogeys nos três buracos finais para ficar em quinto, com 73, duas acima.  Logo a seguir, em sexto, com 74, há um tríplice empate, com destaque para Roberto Gomez, maior campeão do torneio, com quatro títulos, que joga em casa e vinha abaixo do par até ser mais uma vítima do 16, com um duplo bogey. Empatados com ele estão Jair Benke Junior, do Pine Hill, de Toledo (PR) e o argentino Nicolás Visca.

O juvenil Thomas Choi, do São Paulo GC, fez três birdies em sua volta, mas uma sequência de seis bogeys em oito buracos (10 ao 17) o deixou apenas em nono lugar, com 75, quatro acima. Empatados em décimo, com 76 (+5), terminaram Matheus Park, do Paradise, que começou o dia com bogey e duplo bogey e fez outro duplo bogey no 15; Sebastian Thrane, do Clube de Campo, que jogou uma abaixo de ida, mas se complicou com um triplo e um duplo bogey, esse no buraco 16; e o paraguaio Antônio Vierci, que terminou sem um birdie sequer.

Feminino - No feminino, ninguém jogou bem. Lauren Grinberg, que no Brasil defende o Lago Azul, fez três duplos bogeys, dois deles seguidos no 15 e no 16 – novamente ele – para jogar 80, nove acima e ser líder empatada com Vivi Golombek, que joga em casa e quase a surpreendeu. Vivi era líder isolada até devolver cinco tacadas nos três buracos finais, com direito a triplo bogey no 18, para também terminar com 80 tacadas. As duas líderes fizeram apenas um birdie cada.

Já a juvenil coreana Isu Choi, de apenas 14 anos, do Terras de São José, fez o recorde de cinco birdies na rodada, mas também fez dois triplos e três duplos bogeys para jogar 81 e ainda ficar em terceiro, apenas uma tacada atrás das líderes. Fernanda Lacaz, do São Fernando, vem em quarto, com 83, seguida por Stella Basile, também do São Fernando, com 84, e Lucia Guilger, a Barata, do Clube de Campo, com 86.

Internacional por equipes – Paralelamente às competições principais está sendo jogado o Campeonato Internacional Scratch de Clubes, valendo os dois melhores resultados por dia de até três jogadores, homens ou mulheres. O São Paulo GC, de Gui, Choi e Luiz A. P. Almeida, o Gugu (79), lidera com 143 tacadas, seguido pelo São Fernando de Pietro, Fernanda e Carlos Cândido (77), com 147. O Itanhangá de Kenji e Thor Salem (81) vem em terceiro, com 150, seguido pelo Clube de Campo, com 152, e dois clubes argentinos: Las Delicias, com 153, e Jockey Club de Córdoba, com 154.

Na competição pré-sênior (40 a 54 anos), o dinamarquês Joaquim Thrane, do Clube de Campo, lidera com 78 tacadas, seguido por Rodrigo Leme, também, do Clube de Campo, e por Armando Lowndes Pinto, do Ibiúna, ambos com 79. Na sênior (55 anos ou mais) Roberto Gomez abriu boa vantagem com seu 74, seguido por Carlos Cândido, com, 77, e Gugu, com 79. O escocês Douglas Black, do Campinas, vem a seguir, com 84.

Hole-in-one – A Honda, como faz em todos os torneios de golfe que vem patrocinado em São Paulo, está oferecendo dos valiosos prêmios para quem fizer hole-in-one: um carro HR-V recém lançado, no buraco 8, e uma moto Honda no buraco 15. Nesta sexta-feira, nenhum dos 51 jogadores scratch em campo, que jogarão mais dois dias, conseguiu embocar de primeira, mas no final de semana entram em campo mais 98 jogadores (homens das categorias com handicap índex de 8,6 em diante e mulheres de 16,1 em diante) que jogarão 36 buracos e também terão chance de conseguir um dos prêmios.

O Honda Open – Campeonato Bandeirantes de Golfe – 2019 tem patrocínio da Honda. A realização é do R&A, WAGR, Confederação Brasileira de Golfe, Federação Paulista de Golfe e Clube de Campo de São Paulo.

Resultados completos

Horário de saida de sábado, 29 de junho