Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
sábado 13 de julho de 2019

Juvenil de Inverno Matheus ataca, mas Andrey retoma liderança e vence por duas

Argentina Cabanillas, vence de ponta a ponta no feminino. Isu Choi leva na pré-juvenil

 

Edson Santos, SFGC, e Ademir Mazon, FPG, com os campeoes Andrey Borges Xavier e Maria Cabanillas 1150

Edson Santos e Ademir Mazon entregam taças aos campeões do Juvenil de Inverno. Fotos: Thais Pastor/F2 Comunicação

Em uma final emocionante, só decidida nos buracos finais, Andrey Xavier, no Belém Novo, conquistou o título do 15º Campeonato Juvenil de Inverno do Estado de São Paulo – 7ª Copa Internacional Juvenil de Golfe, encerrado nesta sexta-feira, 11, no São Fernando Golf Club, em Cotia (SP). O torneio valeu para o ranking mundial amador de golfe (WAGR), além de contar pontos para o ranking nacional juvenil e para os rankings até 18 anos, masculino e feminino, da Federação Paulista de Golfe (FPG), que organiza a competição.

InternasVejas as fotos da premiação.
Aguarde álbum completo!

Andrey começou o dia liderando por três tacadas de vantagem mas no tee do buraco 11 havia caído para segundo, duas tacadas atrás de Matheus Park, do Paradise, que estava com quatro abaixo no dia, contra uma acima de Andrey, que vinha errando muito sobre os greens. Um bogey de Matheus, no 12, diminuiu a diferença para uma tacada, com Andrey voltando a empatar em primeiro com seu primeiro birdie do dia, no buraco 13, de par 5. Matheus reagiu com birdie no 14, para voltar a ser líder.

Virada - Mesmo errando muito a partir daí, Matheus vinha se salvando como pôde. No 15, bateu o drive no lago à esquerda, mas chegou com a terceira para o green e salvou um ótimo par, quando Andrey errava o putt para birdie. No 16, um longo e difícil para 3 com água em toda a esquerda, Matheus ficou com um “ovo frito” – bola quase totalmente enterrada na areia – na banca da esquerda do green, de onde saiu para a banca do lado oposto, sendo obrigado a “salvar” um bogey. Andrey errou o putt para birdie, mas estava novamente empatado em primeiro.

A sorte de Matheus parou no 17, de par 5, onde bateu o drive para o rough à direita. Mesmo tendo um tirou seguro, por baixo, optou por tentar chegar ao green batendo pelo alto, no meio das árvores, e se deu mal. Quase foi fora de campo, com sua bola ricocheteando em vários troncos antes de parar novamente no rough. De lá, Matheus passou o green e deu dois putts para fazer o bogey. Andrey não aproveitou a nova chance de birdie, mas era novamente o líder isolado. No 18, um par 4 “draivável”, Matheus foi para o tudo ou nada, mas errou o green elevado pela esquerda, de onde ainda chegou com a segunda no green e salvou o par. Só que não bastou.

Vitória - O dia era mesmo de Andrey, que jogou seguro, saindo com ferro no 18, entrou com a segunda no green e já com o título na mão fez seu segundo birdie do dia para vencer com 209 (71-68-70), quatro abaixo, e levar o troféu de posse transitória. Apenas Andrey, entre os 30 participantes, não jogou nenhuma volta acima do par. Matheus, o único além do campeão com duas voltas abaixo do par no seletivo e bem cuidado campo do São Fernando, ficou em segundo, com 211 (73-69-69), duas abaixo. Mesmo tendo um começo de jogo difícil, onde subiu quatro tacadas em três buracos seguidos, Gui Grinberg, do São Paulo GC, foi o terceiro colocado, com 218 (72-72-74), cinco acima.

Thomas Choi, do São Paulo, fez seu melhor resultado da semana para terminar em quarto, com 221 (72-78-71), empatado com o chileno Vicente Smith (73-75-73). A melhor volta da rodada final foi do argentino Genaro Knaus, que somou 222 (76-78-68) e dividiu o sexto lugar com os também argentinos Santiago Deheza (74-72-76) e Bautista Echenique (70-78-74). O chileno Clemente Silva, líder do primeiro dia, terminou em nono, com 224 (69-80-75), seguido por Renato da Silva Filho, do Curitibano com 226 (78-71-77), o quinto brasileiro entre os Top 10.

Na classificação dos juvenis (16 a 18 anos), o pódio teve Andrey, Matheus e Gui. Na pré-juvenil (14 e 15 anos), o campeão foi o chileno Vicente Smith, seguido por Renato e por Marcos Park, do Paradise, terceiro com 226 (75-75-80). Na até 13 anos, Pedro Salioni, do São Fernando, venceu com 267 (89-86-92), seguido pelo coreano Yoonje Choi, do Terras de São José, com 271 (90-96-85). E na até 13 anos, Nelson Shikicima, do Paradise, somou (93-95-94).

Feminino - Maria Cabanillas, da Argentina, foi a campeã feminina de ponta a ponta, com 224 (73-77-74) tacadas, 11 acima. A chilena Anastacia Cordero, que fez a melhor volta do torneio feminino no segundo dia, somou 228 (84-71-73) para ser a vice-campeã, empatada com a coreana Isu Choi, do Terras de São José (77-73-78), que também começara o dia como líder. Ana Sung Marques, do Arujá, foi a melhor brasileira, em quarto, com 230 (74-78-78), seguida por Meilin Hoshino, do São Paulo, quinta com 232 (79-75-78).

Fernanda Lacaz, do São Fernando, que defendia o título, foi a outra única brasileira entre as dez primeiras, terminando em nono, com 240 (82-81-77). Apesar de ter jogado mal nesse torneio e de não ter participado do Amador do Brasil, na semana anterior, no Campo Olímpico, ela terminou o dia com uma boa notícia ao assumir a liderança do ranking nacional após a atualização da semana. Lauren Grinberg, do Lago Azul, líder até então, caiu para segundo já que tem agora apenas quatro resultados válidos, de sete possíveis, pois mora nos EUA há mais de um ano.

Cabanillas foi a campeã das juvenis, com Anastacia vice e Ana Sung em terceiro. Isu Choi venceu na pré-juvenil, com Meilin vice e a paraguaia Damini Ghanshyani, em terceiro, com 241 (82-79-80). Na até 13 anos, Isadora Fernal, de Poços de Caldas, venceu com 283 (95-92-96), seguida por Gabriela Castro, do São Fernando, com 305 (100-105-100). Houve ainda dois prêmios com handicap, ganhos por Samire Oliveira, do Arujá, com 217 (77-70-70), no feminino geral, e por Felipe Shuter, do São Fernando, entre os meninos nascidos de 2001 a 2005, com 216 (71-73-72).

Equipes – Paralelamente ao Juvenil de Inverno de SP foi jogada a 7ª Copa Internacional Juvenil de Golfe, mista, valendo três de quatro resultados de cada equipe. A equipe do Brasil, defendida por Andrey, Matheus, Meilin e Júlia Vilas Boas, virou o jogo no segundo dia e foi campeã com 652 tacadas. A FPG de Gui, Thomas Choi, Ana Marques e Isu ficou em segundo, com 664, e o Chile foi o terceiro, com 670. Já no 1º Campeonato Internacional Juvenil de Clubes, disputado por equipes de três jogadores, valendo dois resultados por dia, o São Paulo Golf Club, de Thomas Choi, Gui e Meilin foi campeão.

Mauro Batista, diretor executivo da FPG, comandou a entrega de prêmios que teve a mesa formada por Edson Santos, presidente do São Fernando; Ademir Mazon, vice-presidente da FPG, Isabela Lacaz, diretora juvenil da FPG, e Helena Sung, capitã do São Fernando, que se revezaram para entregar as imponentes taças de posse transitória para o campeão e campeã, e os troféus para os melhores das demais categorias. Foi feito um agradecimento ao clube e seus associados pela cessão do campo, bem como às diversas famílias que hospedaram os juvenis convidados e às federações nacionais e internacionais que se fizeram representar.

Organização - O 15º Campeonato Juvenil de Inverno do Estado de São Paulo – 7ª Copa Internacional Juvenil de Golfe foi organizado pela Federação Paulista de Golfe (FPG) e pelo São Fernando Golf Club, com apoio da Honda, patrocinadora oficial da FPG. A supervisão foi da Confederação Brasileira de Golfe, do R&A e do Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR).

Resultados completos