Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 09 de setembro de 2019

Projetos socioesportivos no Sapezal fazem de Indaiatuba exemplo e novo berço de talentos do golfe

“Golfe Chave para o Futuro” e “Golfe Nota 10” ­prometem mudar a vida de milhares de jovens

 

Cerimonia de assinatura da parceria com a secraetaria de eduacacao de Indaiatuba 1150

Eduardo Pacheco, Kanesaki, Padula, Rita de Cássia, Nilson Gaspar, Tânia, Ademir e Furlan. Foto: Thais Pastor/F2 Comunicação

 

por | Ricardo Fonseca

O Sapezal Golfe Clube – FPG, campo oficial da Federação Paulista de Golfe (FPG), em Indaiatuba (SP), mostrou no sábado, 7 de setembro, que é mais do que um clube de golfe aberto ao público ao comemorar, junto com a rodada inicial de seu 1º Campeonato Aberto, dois momentos especiais: a assinatura de termos de cooperação de importantes projetos sociais e esportivos que prometem fazer história no município de Indaiatuba: o “Golfe Chave para o Futuro”, da Associação Hurra!, em parceria com a FPG e com a prefeitura de Indaiatuba, e o “Golfe Nota 10”, o programa de maior sucesso da FPG, que chega à cidade, também em parceria da FPG com a Prefeitura e com Secretaria de Educação do Município.

INternas projetos fpgVeja as fotos da cerimônia 

Ambos os projetos destinam-se a jovens de escolas públicas da cidade com o objetivo de, através do golfe, dar a meninos e meninas a oportunidade de conhecer e praticar um novo esporte, ao mesmo tempo em que lhes permite conhecer novas profissões e lhes ensina os valores intrínsecos ao golfe, como honestidade, cortesia, esportividade, respeito, confiança e responsabilidade, entre outros, que são o diferencial de líderes e pessoas bem sucedidas no esporte, no trabalho e no convívio social.

Acordos – Os acordos foram assinados de um lado, pela FPG, representada por seu presidente, Antônio Carlos Padula, e por seu vice-presidente de Desenvolvimento e Novos Projetos, Ademir Mazon, que encabeçou os trabalhos para que a entidade arrendasse o campo do Sapezal e as tratativas com a prefeitura para a parceria nos projetos sociais, com apoio de Paulo Tambara, presidente do Sapezal. Eduardo Pacheco Chaves participou como presidente da Associação Hurra! e golfista, idealizador do “Golfe Chave para o Futuro”, transpondo para esse esporte projeto semelhante, de grande sucesso na cidade, com o rúgbi.

De outro lado, o prefeito Nilson Gaspar, e sua esposa, Tânia Castanho Ferreira, também secretária de Cultura do município, foram os dirigentes que tiveram a visão de utilizar o potencial do golfe em sua cidade, com de apoios importantes: de Rita de Cássia Trasferetti, secretária da Educação; e Luiz Henrique Furlan, secretário da Assistência Social, além, do vereador Célio Massao Kanesaki que começou a jogar golfe recentemente e foi um dos entusiastas da ambos os projetos socioesportivos envolvendo o golfe. O secretário de Esportes, Marcos Antônio de Moraes, também está envolvido, mas não pode participar da cerimônia deste sábado.

Golfe Nota 10 – O Golfe Nota 10, para crianças de 6 a 12 anos, é o projeto mais antigo e de maior sucesso da FPG, e vem sendo mantido e ampliado por várias gestões da entidade. O Golfe Nota 10 chega agora à cidade de maior potencial entre todas os municípios já participantes, com a assinatura do convênio com Indaiatuba. Um treinamento inicial de duas dezenas de professores da rede municipal de ensino já foi feito e eles serão os responsáveis por iniciar o Golfe Nota 10 na cidade.

A partir desta quarta-feira, 11 de setembro, as aulas do Golfe Nota 10 começam nas aulas de Educação Física de quatro escolas municipais. Esse quadro será ampliado mês a mês até serem atingidas todas as 27 escolas municipais de Indaiatuba, um universo de mais de 7 mil alunos que também terão oportunidade de treinar e jogar no Sapezal. Os que mais se destacarem entre esses alunos terão a oportunidade de competir e até de vir a representar a FPG no Brasil e no Exterior, como já acontece com vários juvenis, incluindo a juvenil Ana Sung Marques, que começou no Golfe Nota 10 e venceu, no domingo, o Aberto do Sapezal.

Para provar a importância do Golfe Nota 10 para revelar talentos para o golfe, Larissa Altmann levou para a cerimônia de assinatura do projeto o primeiro troféu que sua filha Luiza, de Indaiatuba, ganhou, em 2008, em competição do Golfe Nota 10, no campo do Portal do Japy. Larissa conta que a filha Luiza, que hoje, aos 21 anos, é a profissional brasileira de golfe mais bem colocada no ranking mundial, joga na Europa, EUA e Ásia e é forte candidata para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, guarda esse troféu com imenso carinho e garante ter sido o mais importante de sua carreira.

Golfe Chave para o Futuro – Já o projeto Golfe Chave para o Futuro, comandado pelo Associação Hurra! e FPG, com apoio da Prefeitura, destina-se a jovens de 16 anos ou mais das escolas municipais, também envolvendo o ensino de golfe, mas com prioridade para o ensino profissionalizante em todas as áreas de um clube de golfe, que vão desde a parte de agronomia e jardinagem até a operação e manutenção de máquinas e equipamentos utilizados no golfe, passando por profissões específicas do esporte, como as de starter, caddie mestre e organizador de eventos.

O profissional de golfe Juan Silva, com especialização em todas essas áreas, irá comandar um grupo inicial de 100 alunos que terão aulas de golfe e profissionalizantes todas as segundas-feiras no Sapezal. Os que mostrarem aptidão para o golfe terão oportunidade de continuar no esporte e de competir, além de através do curso profissionalizante se envolver e trabalhar em outros esportes fortes na região de Indaiatuba, como polo e rúgbi.

Sapezal – Padula destacou a importância desses projetos e ainda mais de poder executá-los em um campo próprio da Federação. “Isso facilitou muito as coisas, bem como a visão e empenho da prefeitura e secretários, que perceberam a importância e o alcance desses projetos sociais e os encamparam de imediato”, diz Padula. “Nós não inventamos o Golfe Nota 10, que vem de gestões anteriores, mas aproveitamos essa grande ideia não apenas para mantê-la, mas para torná-la ainda maior e melhor”.

Ademir Mazon lembra que “foram mais de dois anos de trabalho para realizar o sonho de fazer o 1º Aberto do Sapezal – Copa Indaiatuba de Golfe, coroando o trabalho para a FPG ter mais do que um campo de golfe aberto a todos, um centro de desenvolvimento de projetos esportivos e sociais que vão muito além do golfe”. Ademir aposta ainda que assim como 7 de setembro é um data história para o Brasil, “com o Golfe Chave para a Vida, o 7 de setembro de 2019 vai ser lembrado pelo começo de um projeto que vai reescrever a história do golfe brasileiro”.

Prefeitura – O prefeito Nilson Gaspar agradeceu a oportunidade de estar junto com a FPG, e Hurra! nesses projetos, e a Maria Montserrat por ter trabalhado junto à maior entidade do golfe brasileiro para que o campo fosse aberto ao público. “Obrigado por terem aberto as portas do Sapezal e dar essa oportunidade de estimular os jovens mais carentes de nossa cidade a ver um mudo diferente, de lhe dar esperança e educação, por nos permitir ter essa ferramenta que vai afastá-los da ameaça das drogas e do crime e ajudar a formar a futura geração que cidadãos que vai nos substituir”.

Tânia Castanho, mulher do prefeito e Secretária da Cultura, aposta no sucesso do Golfe Nota 10 na cidade, mas acredita que o grande desafio será aproveitar a oportunidade que o Golfe Chame para o Futuro dará na área social, que passa a ter “uma plataforma de trabalho privilegiada na formação de 100 jovens que poderão se tornar jogadores e se preparar para o mercado de trabalho, seja no golfe, seja no polo e em outros esportes”. Tânia também ressaltou que “dar essa oportunidade aos jovens significa afastá-los do caminho das drogas e do crime”.

Educação – Rita de Cássia Trasferetti, secretária da Educação, diz que “a chegada do Golfe Nota 10 para levar o golfe às crianças da rede municipal de ensino de Indaiatuba, é uma alegria e um privilégio, mas também um desafio, pelo ineditismo da ação”. Rita de Cássia agradeceu ainda “o apoio e a orientação do prefeito, que tem como meta nunca fechar as portas para qualquer iniciativa que possa trazer benefício para os alunos”, e aos professores “que terão a missão de ensinar não apenas o golfe, mas um esporte cuja filosofia é uma orientação de vida”.

Eduardo Pacheco, da Hurra! disse estar muito orgulhoso, por fazer com o golfe o que já faz com sucesso com o rúgbi, esporte que virou olímpico junto com o golfe. “Nos últimos 10 anos impactamos 60 mil jovens e 4 a 18 anos, e vimos o grande potencial de algo que transforma a vida dos jovens”, ressalta. “Com certeza, com a escola de formação técnica vamos fazer algo diferente que a médio e longo prazo se tornará referência em São Paulo, aposta. “Estamos comemorando o primeiro dia de uma história muito longa e profícua”