Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
quinta-feira 03 de outubro de 2019

Aberto do São Paulo: Pepê busca sexto título em 12 anos enfrentando elite do ranking nacional

Quatro dos Top 5 do Brasil estarão em campo no torneio válido para o ranking mundial de golfe

 

Pepe comemoraPedro da Costa Lima, o Pepê, entra em campo nesta sexta-feira, 4 de outubro, como o maior vencedor em atividade do Campeonato Aberto Amador Masculino do São Paulo Golf Club, torneio que comemora 75 anos e que ele venceu em 2007, 2009, 2010, 2012 e 2015. Mesmo não competindo mais regularmente em torneios do ranking nacional e mundial, Pepê é forte candidato a vencer em casa pela sexta vez em 12 anos, credenciado ainda pelo conhecimento do campo onde joga desde que começou no golfe.

Os principais adversários de Pepê deverão ser quatro dos Top 5 do ranking brasileiro: Daniel Kenji Ishii (nº 2), do Itanhangá; Andrey Xavier (nº 3), do Belém Novo; Gui Grinberg (nº 4), do São Paulo GC; e Matheus Park (nº 5), do Paradise. As ausência mais sentidas são as de Tomas Choi, também do São Paulo, nº 1 do Brasil, que estará envolvido no processo de obtenção de seu visto americano neste sábado, e Lucas Park, do Paradise, sexto do ranking, que está na Coréia.

Destaques – Haverá 50 golfistas competindo na categoria scratch, sendo 26 com handicap inferior 5 e seis deles com índex positivo: Pepê, os quatro Top 5 do ranking nacional e Rodrigo Lacerda Soares Filho, o Lilica, que como faz todos os anos veio da Suíça, onde mora, exclusivamente para participar do torneio. Ele será um dos grandes nomes do golfe nacional competindo na categoria scratch, ao lado de Luiz A. P. Almeida, o Gugu, e Johnnie Costa Lima, ambos do São Paulo, e Roberto Gomez, do Clube de Campo, o maior ganhador de torneios amadores do país.

Destaque ainda para o americano Glen Boggini, de handicap 1, que costuma jogar um grande torneio no Brasil por ano, e para o forte grupo de jovens jogadores do São Paulo, completado ainda por Pedro Marchioni e Lucas Steinhoff. Outros candidatos ao título são Pietro Alvim, Rafael Benadiba e Pedro Miyata, do São Fernando; Mateo Schmitt, do Clube de Campo; e Marcos Park, do Paradise. Além de jogadores de outros estados, com Jair Benke Jr. E Victor Santos, do Paraná.

Alto rendimento – Como faz todos os anos, o São Paulo em seu aberto valoriza o golfe de alto rendimento, como mostra o fato de 50 dos 124 participantes (40%) estarem na categoria scratch, além de 42 jogadores de índex de 8,6 a 14, e de 30 golfistas com índex de 14,1 a 19,4. Haverá um corte volta final, domingo, quando apenas os 30 melhores entre os scratches e mais qualquer um até 12º lugar na até 8,5, estarão em campo ao lado dos 24 melhores da 8,6 a 14 e os 12 primeiros da 14,1 a 19,4 (incluindo sempre os empatados).

O 75º Campeonato Aberto Amador Masculino do São Paulo Golf Club tem patrocínio do Bradesco Private Banking e a categoria scratch válida para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e para o ranking nacional. Todas as categorias valem ainda para os rankings da Federação Paulista de Golfe (FPG). A competição é organizada pelo São Paulo Golf Club, com supervisão da Federação Paulista de Golfe, Confederação Brasileira de Golfe, R&A e WAGR.

Horários de saída e resultados