Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 14 de outubro de 2019

Gui Grinberg conquista título do Aberto do Itanhangá e pode ter garantido vaga na Los Andes

Juvenil do São Paulo GC vence de ponta a ponta e impede tetra de Daniel Kenji Ishii

 

 

Gui comemora vitória no Itanhangá: brasileiro que mais venceu no ranking mundial em 2019. Foto: Fabio Vicente

Gui comemora vitória no Itanhangá: brasileiro que mais venceu no ranking mundial em 2019. Foto: Fabio Vicente

por | Ricardo Fonseca

O juvenil Gui Grinberg, do São Paulo Golf Club, venceu de ponta a ponta o 57° Campeonato Aberto do Itanhangá Golf Club, encerrado neste domingo, 13 de outubro, no Rio de Janeiro, valendo para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e para o ranking nacional. Gui foi campeão com 207 (66-72-69) tacadas, seis abaixo do par e cinco à frente de Daniel Kenji Ishii, que somou 212 (71-68-73), uma abaixo, e viu frustrada sua tentativa de vencer o Aberto de seu clube pelo quarto ano consecutivo.

Kenji e Gui Itanhanga by fabio vicente insta

Kenji e Gui com os troféus do Itanhanga. Foto: Fábio Vicente

Este foi o sexto título de torneios do ranking mundial que Gui conquista em 2019, mais do que qualquer outro brasileiro. Como consequência, melhorou sua pontuação como o terceiro melhor brasileiro do ranking mundial, para o qual só entrou a menos de um ano, ao vencer, em dezembro, o Juvenil de SP. Mas o melhor para Gui é que com os pontos de campeão (20) e mais os pontos extras por jogar abaixo (6), ele deve passar para quarto lugar do ranking nacional e, com isso assegurar uma vaga automática na equipe brasileira para a Copa Los Andes, o Sul-Americano por Equipes. Entenda.

Critérios de convocação – Pelo manual “Critérios e Normas de Convocação para Torneios Amadores 2019”, da Confederação Brasileira de Golfe, das cinco vagas para a Los Andes, quatro são de convocação direta e uma por escolha técnica. Têm vaga assegurada o campeão ou melhor brasileiro do Amador do Brasil, no caso Daniel Kenji Ishii, que foi o vice-campeão; e o brasileiro mais bem colocado no ranking mundial amador a ser divulgado na próxima quarta-feira, que continuará a ser Andrey Xavier, do Belém Novo gaúcho. A data da convocação é quinta-feira, 17 de outubro.

A seguir são convocados os dois primeiros do ranking nacional amador após o Aberto do Itanhangá, cujo líder continuará a ser Thomas Choi, do São Paulo GC. O segundo colocado é Kenji, que já tem vaga pelo Amador, e o terceiro Andrey, que já tem vaga pelo WAGR. No caso de um dos dois primeiros colocados do ranking ser também o convocado pelo Amador do Brasil ou WAGR, o manual de convocações determina que a vaga passe para o jogador seguinte do ranking nacional, no caso Gui, que subirá para quarto do ranking esta semana, superando Matheus Park, do Paradise, por muito pouco, assim que a lista for atualizada (155,75 x 154,90 pontos – cálculo extraoficial).

Escolha técnica – Matheus ficaria assim dependendo de uma escolha técnica, que estaria entre ele e Fred Biondi. Matheus, apesar de não ter jogado bem no Itanhangá, onde terminou em um distante quarto lugar, com 222 (66-79-77) tacadas, atrás ainda do juvenil paranaense Victor Andre Maciel dos Santos terceiro com 215 (72-72-71), venceu três vitórias em torneios do ranking mundial em 2019, além de ter quatro vices e mais e mais quatro colocações entre os Top 5. Já Fred, que joga na equipe do Gators da Universidade da Flórida, tem como único destaque na temporada seu sexto lugar no LAAC (Latin America Amateur Championship).

Para Gui a convocação para a Los Andes iria coroar uma temporada excepcional para o juvenil paulista, a sua primeira como membro do ranking mundial. Isso porque ele já tem convocações asseguradas para os dois primeiros grandes eventos internacionais de 2020, em janeiro: o Sul-Americano Juvenil e o LAAC. Além disso, está classificado para a final mundial da Faldo Series, onde foi campeão até 16 anos na seletiva Sul-Americana, jogada no Brasil. Gui teria ainda a honra de jogar no Los Andes ao lado da irmã, Lauren, já classificada.